Pode-se dizer que o campo foi presenteado com diversos mecanismos que favorecem a vida do produtor em relação a tempo e dinheiro.

O lucro do homem do campo aumentou, e ele já pode dormir mais tranquilo considerando que seu dinheiro foi muito bem investido em avanços mais modernos que aceleram a qualidade do seu trabalho, desde a fase do plantio até a colheita.

Tudo parece um belo conto de fadas do produtor rural, que mesmo com tanto progresso, é parado por uma questão crucial que pode mexer no bolso de todo seu investimento.

A chuva!

Foi-se o tempo onde apenas São Pedro era responsável pela previsão de chuva. É interessante dizer, mas também um pouco assustador, que prever a chuva é responsabilidade do produtor.

"E este assunto é sério."

 

 

O fator chuva não diz respeito apenas sobre o crescimento e produtividade das culturas, mas também sobre as práticas agrícolas: preparo do solo, semeadura, irrigação, pulverização, colheita.

De acordo com o CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) Cerca de 80% da variabilidade na produtividade agrícola se deve à variabilidade das condições meteorológicas durante a estação de cultivo.

 

E é sobre isso que queremos falar. Neste conteúdo vamos trazer a realidade os desafios em que o produtor enfrenta em seu plantio. Em especial no desenvolvimento das culturas de soja e milho, e também os motivos pelos quais ocorrem penalizações da produção através do não monitoramento da previsão de chuva.

Vamos começar? Continue a leitura!

 

O clima favoreceu o plantio e o desenvolvimento do grão de soja e milho?

É possível dizer que 2018 foi o ano perfeito para o plantio de soja e milho. As condições de tempo favoreceram o plantio, já que o mês de outubro foi marcado pelo início do período de chuva em boa parte do Centro-Sul, o que garantiu que os produtores começassem a preparar seu plantio no melhor período.

Mas como mencionamos, essa situação se deu em boa parte do Centro-Sul e não em toda região. Em áreas do Paraná e Mato Grosso do Sul, houve períodos de estiagem e os produtores calcularam perdas devido à chuva não ter caído no período esperado.

 

                                                "Mas não foi o que aconteceu em 2017."

 

Em 2017 o cenário foi bem diferente, a chuva atrasou, e só “deu as caras” a partir de novembro na região Centro-Sul do país. O resultado foi de frustração para os produtores que não monitoraram a previsão de chuva para o período.  

Foi o que houve com os produtores agrícolas de Divinópolis que contabilizaram em média 90 dias de estiagem e os trabalhadores somaram prejuízos como a falta de água para a irrigação dos plantios.

De acordo com os produtores da região, o ano de 2017 teve das piores secas e a colheita ficou completamente comprometida, penalizando toda a produção. E o que esperar para a colheita de 2019?

Como vimos que o ano de 2018 foi propício para que a chuva caisse no período certo, a colheita que se dá em 2019 só pode ter um resultado positivio, claro!

Segundo os  especialistas do Canal Rural, no Brasil, a previsão é de uma safra de soja de mais de 120 milhões de toneladas.

 

Isso quer dizer um recorde brasileiro na leguminosa, e com o milho não será diferente. No total da lavoura de milho as previsões no país apontam para um total de mais de 92 milhões de toneladas, o que será benéfico para as condições de exportação.

 

2017 e 2018 são bons exemplos de situações em que os anos não devem ser comparados. Se os produtores de 2017 esperassem a mesma situção climática para o ano seguinte, jamais a produção de 2018 seria de sucesso.

 

Mas afinal, o clima ajuda ou atrapalha a colheita?

 

Você observou o sucesso dos produtores que iniciaram seu plantio em 2018, e já sabe que podem esperar uma ótima colheita em 2019.

Também viu que o ano de 2017 foi de insucesso, porém, se grande parte dos produtores tivessem observado e monitorado melhor as condições do tempo, muitos conseguiriam manter sua safra, mesmo entregando seus produtos em atraso.

O clima é o aliado principal do produtor, não existe receita mágica para uma colheita de sucesso, a previsão de tempo é sempre o elemento mais importante a ser observado em toda a cadeia do agronegócio.

 

Quais desafios o produtor ainda tem pela frente?

 

 Desafio deveria ser o segundo nome de qualquer produtor, já que todos vivem de altos e baixos no que diz respeito a sua produção.

Falamos muito sobre os produtores que estão para colher em 2019, falamos sobre o seu possível sucesso. Mas essa é uma verdade absoluta?

Não. A chuva que caiu no momento certo, pode continuar, e continuar e continuar... sem hora para acabar.

Toda essa situação pode causar atrasos, e o grande volume de água da chuva pode impedir que as máquinas saiam para a colheita, fazendo com que a produção crie elevados níveis de umidade, gerando perda em parte da produção.

 

As rodovias que transportam as cargas agricolas também podem ter transtornornos recorrentes ao excesso de chuva. Imagine só, a produção que restou sendo transportada e parada em meio a estradas por conta de deslizamentos e alagamentos?

 

Um verdadeiro pesadelo na vida do produtor. Por este e tantos outros motivos, o monitoramento meteorologico deve ser considerado desde o ínicio até o ultimo momento.

 

Inserindo a importancia da previsão de chuva em sua mente

 

 Previsão de chuva novamente? Sim, extremamente necessário terminar de ler este conteúdo ciente de que o produtor precisa estar muito bem acessorado com ferramentas de confiança que possam levar mais certezas ao seu plantio.

E já que falamos aqui sobre grandes máquinas e melhorias no campo, o Agrosomar entra perfeitamente na vida do produtor que vive tempos modernos e essenciais para a agricultura. Se você não conhece, podemos te explicar.

O Agrosomar é uma ferramenta focada no mercado de agronegócio para diminuir incertezas em relação ao tempo e ao clima.

 

O Agrosomar oferece previsões de curto e longo prazo, gerenciamento de safra, balanço hídrico, precipitação acumulativa e penalização de produtividade, tudo para facilitar o dia a dia do produtor o planejamento da sua safra.

Um mundo onde o produtor pode ter mais certezas sobre a previsão de chuva em seu plantio, evitando danos e grandes perdas de tempo e dinheiro, é um mundo onde todo produtor quer estar.

 

E um último conselho?

 

Você pode experimentar 7 dias grátis e começar a garantir sua próxima safra com mais informações meteorologicas, e sair na frente dos produtores que não observam a previsão de chuva da forma correta!

Agora está em suas mãos, clique aqui!